Domingo, 19 de Novembro de 2017

Pastor, dono de clínica no RS, é suspeito de torturar pacientes

10 MAI 2008Por 12h:45
     

Preso ontem (9), um pastor suspeito de manter em cárcere privado 200 pacientes de um centro de reabilitação para dependentes químicos em um sítio na região metropolitana de Porto Alegre. A Polícia Civil, em ação para apurar a denúncia de que internos estariam sendo torturados no local, encontrou oito porretes, uma espada de samurai e um instrumento artesanal de madeira com pregos e fio elétrico, além de medicamentos antidepressivos sem prescrição médica. A clínica Associação Terapêutica Cristã, funcionava há pelo menos 12 anos, era conhecida como "Cidade do Refúgio" e dirigida pelo pastor Tarcílio Quirino. Alguns pacientes que deixaram a clínica nesta semana apresentavam lesões corporais e fizeram exames de corpo de delito.

 

Com informações da Folha Online

Leia Também