Sábado, 18 de Novembro de 2017

Paredes ocas e forte cheiro na casa de acusado de matar Eliza

14 JUL 2010Por 17h:00
     

        Policiais e peritos que vasculham a casa do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, encontraram pontos ocos nas paredes e identificaram odor desagradável no imóvel, na tarde desta quarta-feira (14). A informação é da assessoria da Polícia Civil e foi confirmada pelo delegado Edson Moreira, que acompanha as investigações sobre o desaparecimento de Eliza Samudio.

        Santos, que, segundo a polícia, também é conhecido como Paulista, Bola e Neném, é suspeito de matar Eliza Samudio. Ela teve um relacionamento com o goleiro Bruno de Souza, que era do Flamengo, e tentava provar, na Justiça, que teve um filho do atleta. A jovem está desaparecida desde o início de junho.

         

        (G1)

Leia Também