Terça, 21 de Novembro de 2017

Parceria garante que araras sejam reintegradas ao meio ambiente

3 SET 2009Por 11h:52
     

Equipes da Polícia Militar Ambiental (PMA) e do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras) participam de uma operação de repatriação e soltura de animais silvestres no Pantanal Sul. A iniciativa é da Univap (Universidade do Vale do Paraíba-SP), em parceria com as superintendências do Ibama de São Paulo e Mato Grosso do Sul,  com o apoio da Empresa Moldi Plásticos. São 20 araras-canindés (Ara ararauna) e uma arara-vermelha (Ara chloroptera) que estão retornando à natureza, de onde foram tiradas por traficantes, mas que agora estão sendo soltas na fazenda San Francisco, no Pantanal do Miranda. 

As araras estavam no viveiro da Univap, que é um criadouro conservacionista devidamente autorizado pelo Ibama, que apoia as entidades ambientais na luta contra o tráfico de animais silvestres. Dez das 21 araras nasceram em cativeiro e as outras onze foram apreendidas por órgãos de fiscalização por estarem sendo traficadas.

Com informações de assessoria

 

Leia Também