Sábado, 18 de Novembro de 2017

Parceria com o Banco da Gente oferece crédito a pequenos produtores rurais do Cone Sul

14 AGO 2010Por 16h:00
     

Três termos de parceria estabelecidos esta semana pelo Banco da Gente vão garantir crédito para cerca de cem pequenos produtores rurais do Cone Sul do Estado. O diretor-geral do Banco, Marcio Laabs, fez a assinatura de dois termos na quinta-feira (12) com associações produtivas de Iguatemi, e vai firmar mais um nesta sábado (14) em Mundo Novo.

Pelo acordo, as linhas de crédito Apicultura e Agricultura Familiar estarão acessíveis para os associados. A parceria conta com a participação da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), que cuida da análise de viabilidade técnica do negócio para o qual está sendo requerido o recurso.

Uma das entidades beneficiadas é a Associação dos Apicultores de Iguatemi (Amapi). A outra, a Associação dos Pequenos Agricultores Familiares do Colorado. Cada um desses grupos organizados conta com cerca de trinta associados. "O Termo de Parceria é assinado com a associação, mas a contratação do financiamento junto ao banco é solicitada individualmente, por cada um que tiver interesse. Mas a entidade passa a ter uma co-responsabilidade", explica Marcio Laabs.

Hoje, às 14 horas, mais um Termo de Parceria vai ser assinado no Cone Sul, durante o Seminário da Federação de Apicultura de Mato Grosso do Sul, em Mundo Novo. O diretor do Banco da Gente fará no evento a apresentação e divulgação das linhas de microcrédito disponíveis para quem trabalha com a pequena produção no campo. Na mesma ocasião, será firmada a parceria com a associação de apicultores do município, que conta com aproximadamente quarenta associados.

A Linha de Crédito Apicultura é uma linha de microcrédito desenvolvida através da parceria entre Banco da Gente, Sebrae, prefeituras e associações de apicultores. Essa opção de recurso está integrada à Linha de Crédito Agricultura Familiar, mais ampla, que visa oferecer microcrédito produtivo e orientado aos pequenos empreendedores rurais de Mato Grosso do Sul. Agricultores e criadores que estejam devidamente cadastrados em associações podem ter acesso aos recursos.

A oferta dessa linha de crédito pretende facilitar o crescimento e a consolidação de pequenos produtores, oferecendo investimento em capital de giro e investimento fixo para que eles possam melhorar e expandir a atividade. Além de crédito financeiro, a iniciativa auxilia com suporte técnico no pré e pós-crédito.

Entre as facilidades estão a taxa de juros 1% ao mês; garantia de avalista/fiador solidário e/ou aval/fiança da Associação; prazo de pagamento conforme a atividade e o projeto (até 60 meses); e limites de crédito conforme a atividade e o projeto (até R$ 10.000,00).

Segundo Laabs, os clientes podem utilizar os recursos contratados para ações como a compra de máquinas, equipamentos, insumos, ou outros investimentos. "É um crédito que o pequeno produtor pode usar para adquirir tudo o que for necessário para produzir, o que precisar para o desenvolvimento do pequeno negócio", afirma o diretor-geral do Banco da Gente.

        

Leia Também