Sábado, 18 de Novembro de 2017

Paraguai pode ter registrado casos de febre amarela urbana, diz Opas

21 MAR 2008Por 09h:52
     

        A Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) informou que há ?99% de chance? de que, pela primeira vez desde os anos 40, a região tenha registrado casos de febre amarela urbana, em um bairro de San Lorenzo, cidade-dormitório na região metropolitana de Assunção, no Paraguai. A Opas auxiliará o governo paraguaio a concluir uma investigação sobre nove pessoas infectadas no Bairro de Laurelty.  

         

        Três delas morreram. Todos os doentes eram vizinhos e, na área, que não tem matas próximas, não foram encontrados mosquitos silvestres transmissores da doença, mas altíssimas infestações do mosquito da dengue, o Aedes aegypti, transmissor da febre amarela nas cidades.  O alto índice de infestação do mosquito da dengue, que passava dos 20% antes da borrifação de veneno no local, é o principal indício de que se trata de febre amarela urbana.

        Com informações do Estadão

         

Leia Também