Sábado, 18 de Novembro de 2017

Paraguai não aceita cooperação militar dos Estados Unidos

17 SET 2009Por 15h:12
     

        O Paraguai rejeitou um convênio de cooperação militar com os Estados Unidos que implicava a presença de 500 norte-americanos no país, por considerá-lo pouco conveniente em um cenário regional marcado por polêmicas sobre a segurança.
        O presidente socialista Fernando Lugo confirmou nesta quinta-feira em entrevista coletiva que seu governo resolveu não fazer parte do exercício chamado "Novos Horizontes 2010" do Comando Sul das Forças Armadas dos EUA, um programa similar a outros implantados em anos anteriores no país.  "Seriam 500 pessoas militares e profissionais dentro do país, algo que não passa desapercebido", disse Lugo.

        Com informações do Estadão
        

Leia Também