Sábado, 18 de Novembro de 2017

Para o PT, alta de Lula ocorreu por causa da distribuição de renda

28 MAR 2008Por 21h:19
     

Lidiane Kober

 

A alta popularidade de Lula, que bateu o recorde de aprovação neste mês, é resultado da distribuição de renda que o Planalto adotou como meta. A opinião é do presidente estadual do PT, deputado Amarildo Cruz. "O compromisso do Governo é com todo o Brasil. Isso nunca aconteceu antes. Os outros partidos priorizavam as classes mais abastadas, enquanto o PT se preocupou em distribuir a renda. A prova está em pesquisas do IBGE, que apontam que mais de 20 milhões de famílias brasileiras migraram das classes D e E para a C", ressaltou Amarildo.

Para a situação melhorar o parlamentar pensa que é preciso acabar com a resistência do PSDB e do DEM. Como exemplo, ele citou o interesse dos dois partidos em acabar com a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). "Os tucanos e o PFL (atual DEM) tiraram R$ 40 bilhões da saúde e da área social para assegurar interesses de empresários. É o mesmo que tirar das mãos dos pobres e colocar na carteira dos ricos", comentou Amarildo Cruz.

Leia Também