Sábado, 18 de Novembro de 2017

Para ministro, alimentos não devem aumentar mais em 2008

12 MAI 2008Por 20h:00
     

Da Redação

 

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, disse hoje (12), acreditar que o impacto inflacionário provocado pela alta mundial do preço dos alimentos já foi superada neste ano, mas crê em um novo patamar de preços em 2010. Segundo o ministro, o Brasil é hoje mais sensível à oscilação do preço do feijão, arroz, trigo e milho, mas não prevê um cenário de crise. Segundo ele, o problema do feijão é interno e deverá se ajustar rapidamente. De acordo com Stephanes, o Brasil é auto-suficiente na produção de arroz e tem estoque do produto suficiente para abastecer o mercado por 45 dias, forçando a uma estabilização do preço. Dependente da importação de trigo, o Ministério da Agricultura projeta um crescimento de 20% da produção do alimento neste ano.

 

Com informações do Terra

Leia Também