Sexta, 24 de Novembro de 2017

Para fugir de filas, população deve procurar Posto de Identificação fora do período de férias

15 NOV 2009Por 10h:07
     

A procura pelo Posto de Identificação costuma ser maior durante o período de férias. Por isso, o diretor do Instituto de Identificação, Celso José de Souza, orienta a população para que se antecipe na hora de tirar o documento de identidade e não precise enfrentar filas durante os meses de janeiro e fevereiro ? quando a demanda chega a dobrar no posto. ?Em dezembro o movimento ainda é tranqüilo, mas é nos meses de janeiro e fevereiro que aumenta a procura?, afirma.

Celso explica que a média diária de atendimentos no posto central de identificação oscila entre 150 a 200 ? somente para a confecção de cédulas de identidade, de primeira e segunda vias. ?Por causa do período de matrículas escolares e também de viagens é que os primeiros meses do ano têm mais procura. Então é importante a população se precaver para esta época e procurar o órgão com antecedência porque assim o trabalho vai ser realizado com tranquilidade e com maior rapidez?, diz.

Outra orientação dada pelo diretor é que as pessoas procurem um dos três postos práticos localizados em diversas regiões da Capital. ?Nós temos atendimento nos Práticos do Aero Rancho, Guaicurus e Coronel Antonino, que fica próximo do terminal General Osório?, salienta. Ele ressalta ainda que o posto de identificação central atende todos os dias das 7 horas às 17h30, sem horário de almoço. O posto está localizado na Rua Aquidauana, no centro da Capital.

Com informações do Portal Notícias MS

Leia Também