Quarta, 22 de Novembro de 2017

Paquistanês é sentenciado à morte

6 MAI 2010Por 17h:01
     

        Um tribunal indiano sentenciou à morte na quinta-feira o paquistanês Mohammad Ajmal Kasab, de 22 anos, condenado pelo massacre de 166 pessoas em 2008 em Mumbai, incidente que abalou as relações indo-paquistanesas.

        

        

        Kasab foi o único militante preso com vida ao final de três dias de violência em vários locais do principal centro financeiro da Índia, inclusive dois hotéis de luxo, uma estação de trem e um centro judaico.

        Com informações do site G1

Leia Também