Segunda, 20 de Novembro de 2017

Papa pede que trabalhador seja prioridade na crise

1 MAR 2009Por 15h:00
     

        Da redação

         

O Papa Bento XVI pediu que líderes políticos e industrialistas priorize famílias e trabalhadores durante a crise econômica. Funcionários da Fiat do sul da Itália, que estão preocupados com o futuro da empresa, estavam entre a multidão de peregrinos na Praça de São Pedro, onde o papa falou, hoje (1).

Bento XVI afirmou que quer estimular autoridades políticas e empresários a trabalharem juntos neste "momento delicado".

         

Leia Também