Quinta, 23 de Novembro de 2017

Palmeiras tenta manter a liderança em Recife

1 AGO 2009Por 08h:05
     

        Da redação  

        Em sua estreia, na última quarta-feira, diante do Fluminense, o técnico Muricy Ramalho colocou o Palmeiras na liderança isolada no Brasileirão. Neste sábado, no jogo contra o Sport, a partir das 17h30, na Ilha do Retiro, em Recife, a sua equipe defenderá pela primeira vez a ponta e já pensa em abrir vantagem.
        Na última rodada, o Palmeiras chegou aos 31 pontos com a vitória sobre o Fluminense. Enquanto isso, o então líder Atlético-MG foi derrotado pelo Flamengo e caiu para a segunda colocação, ainda com 28 pontos. Portanto, a vantagem palmeirense é de três pontos Mas a meta é vencer o Sport para aumentar essa diferença.
        Segundo os jogadores do Palmeiras, tudo muda com o status de líder. "Se antes era difícil, agora será muito mais. O mais importante é ter paciência, porque todas as equipes entram com tudo contra o líder. A atenção precisa ser redobrada", disse o meia Diego Souza, que tem sido o destaque palmeirense no campeonato.
        O jogo deste sábado contra o Sport nada lembra os confrontos decisivos entre os dois times pela Libertadores deste ano. Mas nem por isso deixa de ser importante para as pretensões do Palmeiras no Brasileirão. Mas a ordem é ter cautela, pois a equipe pernambucana está na zona de rebaixamento.
        "Temos de manter a consistência dos últimos jogos e somente na metade do segundo turno fazer contas para pensar em título", explicou Diego Souza, que evita falar em favoritismo palmeirense "Nosso propósito é sempre se manter em primeiro, mas o principal é ficar no grupo da frente", completou o meia Cleiton Xavier.
        Assim como Diego Souza, Cleiton Xavier admitiu que, a partir de agora, o Palmeiras virou o time a ser batido. "Será difícil para o Muricy, porque a equipe vira o alvo a ser batido", disse o jogador, que confia na experiência do novo treinador, que conquistou os últimos três títulos brasileiros, todos pelo São Paulo.
        Sobre o time, Muricy não tem problemas de contusão ou suspensão. Assim, deve manter a escalação do último jogo, com três volantes (Pierre, Edmílson e Souza) e Diego Souza jogando adiantado para formar dupla de ataque com Obina. A "novidade" fica por conta do meia-atacante Marquinhos, que está recuperado da cirurgia de hérnia e volta a ser relacionado após dois meses.
        O treinador, inclusive, comandou um treino fechado para a imprensa nesta sexta-feira, aproveitando o trabalho para fazer acertar o posicionamento dos jogadores dentro de campo. "Não posso comentar nada do que aconteceu, mas em pouco tempo de Palmeiras, o Muricy já mostrou como gosta de trabalhar. Cada um já sabe qual função terá dentro de campo", contou Diego Souza. (informações da Agência Estado)
        
        

Leia Também