Sábado, 25 de Novembro de 2017

Palmeiras perde a segunda consecutiva

18 OUT 2009Por 19h:00
     

        Da redação  

        Nem Adriano, nem Vágner Love. Quem brilhou neste domingo no Palestra Itália foi o veterano Petkovic. Com dois golaços, o sérvio garantiu a vitória do Flamengo sobre o Palmeiras por 2 a 0, pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado deixou o time carioca perto do G-4 da tabela, com 48 pontos.
        Apesar da derrota, o Palmeiras continua na liderança do Brasileirão, com 54 pontos - quatro de vantagem sobre o Atlético-MG, que derrotou o São Paulo. Porém, o time paulista completou o terceiro jogo sem triunfos e perdeu a primeira dentro de casa após 14 partidas de invencibilidade.
        Com Diego Souza de volta, após ter defendido a seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, o Palmeiras entrou em campo apoiado por um grande público no Palestra. No duelo, no entanto, o time teve dificuldades para escapar da marcação do Flamengo. O rubro-negro carioca bloqueou o meio-campo e deixou apenas a lateral esquerda para as descidas de Armero. Porém, os cruzamentos do colombiano não levaram perigo.
        Adriano, bem marcado, pouco produziu. Mas o Palmeiras errou ao focar todas as atenções no atacante. O veterano Petkovic ficou livre para atuar e marcou o primeiro gol flamenguista aos 24 minutos da etapa inicial em uma grande jogada. Ele escapou de três palmeirenses (Edmílson, Danilo e Maurício) antes de bater no canto esquerdo de Marcos.
        "A gente deu espaço e um jogador desse nível faz isso mesmo", lamentou o goleiro palmeirense. "Não podemos dizer que esse gol foi falha de um único jogador. O Petkovic sempre desequilibra e quando encontra liberdade fica mais difícil", completou.
        Com os gols sofridos neste domingo, o Palmeiras também deixou de ter a melhor defesa do Brasileirão, condição que voltou a pertencer ao São Paulo.
        Vágner Love quase conseguiu o empate aos 35 minutos. O atacante arriscou de fora da área e viu o goleiro Bruno realizar uma defesa sensacional, desviando com a ponta dos dedos o chute.
        Apesar do apoio das arquibancadas, o primeiro tempo terminou com vantagem do Flamengo e Muricy Ramalho desceu para os vestiários no intervalo com a cara fechada.
        Mesmo com a bronca do treinador, o Palmeiras continuou apático e levou o segundo gol numa falha incrível. Aos 17 minutos, Petkovic cobrou escanteio. Ronaldo Angelim não conseguiu desviar, a bola passou no meio das pernas de Wendel e entrou no gol de Marcos, que nada pôde fazer.
        O gol olímpico complicou de vez a vida do Palmeiras. Muricy ainda tirou Robert para colocar Ortigoza, mas o clube continuou apático. Para completar, Vágner Love perdeu um pênalti aos 43 minutos do segundo tempo. Apesar de tudo, o time alviverde foi aplaudido pela torcida ao final do jogo.
        O Palmeiras agora terá de focar a atenção no jogo da próxima quarta-feira, diante do Santo André, fora de casa. Já o Flamengo, por sua vez, espera pelo Engenhão lotado no dia 25 para o clássico contra o Botafogo, que poderá colocar o time no G-4.
        (informações do Estadão)

Leia Também