Segunda, 20 de Novembro de 2017

Palmeiras entra em campo com moral diante do Sport Recife

5 MAI 2009Por 10h:00
     

        

 

De todos os times brasileiros que disputam a Libertadores, o Palmeiras fez o caminho mais longo para chegar às oitavas-de-final. Também foi o mais sofrido, com direito à disputa da fase preliminar e o risco de ser eliminado ainda na etapa de grupos. Mas todas as dificuldades enfrentadas nos oito jogos já disputados - incluindo a vitória heroica sobre o Colo Colo, semana passada, no Chile - são combustível para uma arrancada na competição. Nesta terça-feira, contra o Sport, a partir das 21h15, no Palestra Itália, o time palmeirense coloca à prova todo o moral conquistado com a sua recuperação na competição continental.

 

O técnico Vanderlei Luxemburgo ressalta que os percalços garantiram um rápido amadurecimento a seus comandados. E lembra que não foi só na Libertadores que o time sofreu. "Também enfrentamos um baque com a eliminação do Campeonato Paulista", admitiu o treinador, citando a derrota para o Santos nas semifinais, depois de o Palmeiras ter feito a melhor campanha na fase de classificação. "Por tudo o que passou, a equipe cresceu muito durante esses meses."

 

Por isso, Luxemburgo não vê o jogo desta terça-feira como chance única de classificação. Afinal, tem a partida de volta contra o Sport, semana que vem, em Recife. E ele sabe que não pode haver desespero. "Tenho que jogar 180 minutos, não só uma das partidas. Mas precisamos de um resultado no primeiro jogo que não nos retire a condição de brigar pela vaga na segunda partida", avisou o treinador, que tem como trunfo os resultados positivos contra o time pernambucano na fase anterior do torneio - vitória na Ilha do Retiro e empate no Palestra Itália.

 

Com informações do Estadão

Leia Também