Quinta, 23 de Novembro de 2017

Palestino que fez reféns em embaixada de Tel Aviv é rendido

17 AGO 2010Por 21h:45
     

O palestino que havia invadido a embaixada de Tel Aviv nesta terça-feira (17) e feito reféns foi rendido pela polícia e levado de ambulância após quase sete horas dentro do edifício.

O porta-voz do ministério do Exterior israelense identificou o homem como Nadim Injaz, um palestino da cidade de Ramallah, na Cisjordânia. Segundo a polícia, ele havia sido liberado recentemente da prisão após ter sido condenado por invadir a embaixada britânica há quatro anos, em busca de asilo.

Um advogado árabe-israelense, que conversou com o palestino por telefone para tentar acalmá-lo, disse que o homem manteve como refém o cônsul geral turco e sua mulher por duas horas.

Eles conseguiram escapar após seguranças turcos terem atirado e ferido o palestino. Ele continuou na embaixada, onde se trancou em uma sala, disse o advogado à rádio Israel.

A rede de televisão israelense ?Channel 2? transmitiu a gravação da voz de um homem, na qual ele disse que detonaria uma bomba se não conseguisse asilo na Turquia. A reportagem afirmou que ele teria bombas, explosivos e gasolina.

Policiais israelenses e seguranças da embaixada tentavam convencê-lo a se entregar. A imprensa israelense informou que, aparentemente, ele conseguiu entrar no prédio através de uma janela aberta no térreo.

As relações entre Israel e sua antiga aliada muçulmana, a Turquia, pioraram nos últimos meses depois de um ataque israelense no fim de maio contra uma flotilha turca que levava ajuda à Faixa de Gaza. Nove turcos morreram no ataque israelense.

* Com informações da AP e Reuters

Leia Também