Segunda, 20 de Novembro de 2017

Países europeus querem o fim do segredo bancário da Suíça

22 FEV 2009Por 19h:20
     

Da Redação

O segredo bancário na Suíça é colocado contra a parede. Os países europeus do G-20 aprovaram hoje uma resolução propondo retaliações contra paraísos fiscais que não aceitem cooperar em investigações de evasão de recursos e fraude.

Na Suíça, 70% da população apoia o segredo bancário e um referendo poderá ser organizado para introduzir o sigilo como um artigo da constituição do país e um direito inviolável de todos os correntistas.

A crise envolvendo o segredo bancário começou quando o governo suíço aceitou um acordo com Washington para repassar os dados de 300 clientes do gigante UBS à Justiça americana, que os acusa de fraude. Mas os americanos querem mais e agora exigem dados bancários de outros 52 mil clientes do UBS.

        Para muitos, se esse processo avançar, ele pode significar o último prego no caixão no segredo bancário do país alpino. Berna afirmou que apenas aceitou o acordo porque os americanos estavam ameaçando retirar a licença do UBS, o que geraria uma crise sem precedentes. (Com Agência Estado)

Leia Também