Terça, 21 de Novembro de 2017

Pai-de-santo brasileiro é indiciado pela polícia na Suíça

24 JUL 2009Por 10h:40
     

        O tribunal da cidade de Friburgo, na Suíça, indiciou um brasileiro, cujo nome completo não foi revelado, por extorsão e por incitar a prostituição. O julgamento deve ocorrer no fim do ano. O advogado do brasileiro nega que seu cliente seja culpado. A prática de trabalhos espirituais na Suíça é autorizada e a cobrança em dinheiro também é acatada pela lei. O que não é permitido é o abuso e a prática de extorsão. ?Existe o direito de cobrar para prever o futuro. Mas o problema é quando o montante cobrado não tem relação com a prestação do serviço ou quando o mago explora a fraqueza de suas vítimas?, afirmou o juiz de instrução Jean-Luc Mooser, encarregado do inquérito.

        Com informações do Estadão

Leia Também