Segunda, 20 de Novembro de 2017

Pai de jovem ferido em perseguição fala em "execução"

13 JUL 2008Por 22h:01
     

        Da redação

        Leônidas Soldi, pai de Diogo Soldi, ferido por policiais militares paranaenses durante abordagem na madrugada de hoje, no município de Porto Amazonas (PR), repudiou a ação policial, em entrevista à Rádio Band News. "Encaro o que aconteceu ali, após terem batido no carro e descerem atirando, que eles criaram uma execução, não foi mais nada que isso, não dá para encarar de outra maneira", afirmou. A ação resultou na morte acidental da jovem Rafaele Ramos Lima, 20 anos, que foi atingida por um disparo dos policiais.
        Segundo ele, uma ação como essa transmite "insegurança total" para todos. "Se enxergar um carro de polícia não sabe se corre ou o que faz", lamentou. "Graças a Deus estou com meu filho em casa, mas e o pai de família que está com a filha no caixão, e a mãe da menina?"
        Leônidas disse que lamentava estar vendo dia-a-dia repetirem-se casos como esse. "E em muitos desses casos, você vê a impunidade das pessoas para fazer isso, você não vê resultado nenhum, amanhã ou depois eles continuam trabalhando na corporação", revoltou-se. (informações do Estadão)

Leia Também