Quarta, 22 de Novembro de 2017

Outro acusado de crime morto pela polícia

22 FEV 2010Por 03h:48
Edmar Henrique José Pedro, de 18 anos, foi morto a tiros pela Polícia Militar depois de, supostamente, ter participado de um assalto, no Bairro Guanandy, no sábado, em Campo Grande. Em menos de uma semana, esta é a segunda morte cometida por policiais militares. Na última segunda-feira, Aelinton Amaro Pinto, 27 anos, conhecido como “Playboy”, morreu em troca de tiros com policiais. Segundo informações da assessoria de comunicação da Polícia Militar (PM), Edmar Henrique, morto sábado, era um dos três envolvidos em um roubo realizado na esquina da Rua do Piano com a Rua Abade, no Bairro Guanandy. Na tentativa de roubar uma motocicleta Honda Titan, os assaltantes atiraram contra o idoso Joaquim Todao Tanashiro, de 63 anos, que foi ferido por três disparos, e fugiram. O idoso foi encaminhado para o Hospital Regional de Mato Grosso do Sul. Policiais militares compareceram ao local do delito, onde pessoas os informaram que um dos criminosos havia fugido para dentro de um parque situado entre a Avenida Ernesto Geisel e a Rua Abade. Ao entrarem no local, os policiais avistaram Edmar e, a uma distância aproximada de seis metros, segundo a PM, deram voz de prisão a ele. A polícia informou que ele teria reagido à prisão e apontado um revólver de calibre 38 em direção aos militares, porém, sem atirar. Neste momento, os policiais teriam disparado um tiro contra o suspeito, que insistiu em manter a arma apontada aos militares, sem ter atirado contra eles. Então, foram disparados mais dois tiros contra o suposto assaltante, que ficou ferido no tórax. Conforme informou a PM, a vítima teria sido encaminhada para o Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, onde morreu logo após o atendimento. A assessoria de comunicação da Polícia Militar informou que a corporação já recolheu a arma do policial que atirou contra o suspeito e que a Corregedoria vai apurar as circunstâncias da ocorrência. Troca de tiros Três assaltantes trocaram tiros com bombeiros e policiais ontem de madrugada, após fazerem o proprietário de uma caminhonete refém para roubá-la, no Ba irro Amambaí, em Campo Grande. Os crimi nosos teriam abordado o proprietário da caminhonete Hilux de cor preta, com placas HFI-9333, em frente à casa dele, quando roubaram o veículo e o levaram como refém. Eles fugiram em direção à saída de Sidrolândia e amarraram a vítima próximo à rotatória que une as rodovias BR-163 e BR-060. O proprietário do veículo conseguiu se soltar e pedir ajuda aos bombeiros que passavam em uma viatura pelo local. Os militares o ajudaram e acionaram a Polícia Militar, que perseguiu os assaltantes. Segundo militares do Corpo de Bombeiros, houve troca de tiros entre os assaltantes e os bombeiros e, posteriormente, entre os suspeitos e policiais militares. Nenhum policial ficou ferido durante a ação e, até o fechamento desta edição, nenhum suspeito havia sido identificado ou localizado.

Leia Também