Domingo, 19 de Novembro de 2017

Otimismo do consumidor sobe em agosto e bate recorde, diz CNI

2 SET 2010Por 15h:30
     

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC) registrou crescimento de 2,1% de julho para agosto deste ano, quando atingiu 119,3 pontos, informou nesta quinta-feira (2) a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O INEC é elaborado a partir de pesquisa de opinião pública de abrangência nacional conduzida pelo Ibope com 2.002 pessoas. A pesquisa, que tem periodicidade mensal, foi reanlizada entre 18 e 21 de agosto deste ano, informou a entidade.

"O valor de agosto é o maior da série histórica do INEC, iniciada em 2001, o que mostra que o consumidor brasileiro está especialmente otimista", informou a CNI. De acordo com a entidade, o crescimento do índice em agosto se deve, sobretudo, às expectativas do consumidor com relação ao desemprego e à inflação.

Segundo a Confederação, o índice de expectativa de evolução do desemprego nos próximos seis meses mostra maior otimismo do consumidor, ou seja, maior parcela dos consumidores acreditam em queda do desemprego, ao mesmo tempo em que o índice de expectativa de inflação subiu 8%, o que mostra que subiu a proporção de consumidores que esperam queda da inflação.

"O índice [de expectativa de inflação] registrou o quarto aumento consecutivo e acumula crescimento de 12,6% no período. A trajetória recente dos preços aumentou o otimismo dos consumidores", avaliou a CNI.

Já os índices de situação financeira e de compras de bens de maior valor, por sua vez, mantiveram-se praticamente estáveis em agosto, segundo a entidade, com crescimento, de 0,7% e 0,8%, respectivamente. "Ressalte-se, contudo, que ambos permanecem superiores as suas médias históricas", acrescentou.

Leia Também