Terça, 21 de Novembro de 2017

Os benefícios da vinoterapia

15 JUN 2010Por 06h:41
Renata Trindade, Bolsa de Mulher O vinho saiu da taça, literalmente, e ganhou os salões de estética. A bebida, cuja origem remonta a 6000 a.C. em relatos históricos, tornou-se uma deliciosa alternativa na busca de uma pele mais bonita e brilhante. Muito além de uma combinação harmoniosa com um belo prato de massa, o vinho tem se mostrado extremamente eficaz nos tratamentos estéticos de pele e até na luta contra a celulite.

No rosto
A estudante Carla Peixoto experimentou a terapia facial a fim de neutralizar os efeitos do uso frequente de maquiagem e comprovou os benefícios instantâneos da técnica. “A sessão foi ótima, muito revigorante. Durante cada etapa senti a minha pele bastante relaxada, refrescante e bem fininha, justamente porque antes de iniciar o tratamento foi realizada uma limpeza para tirar todas as células mortas. Agora me sinto outra”, comemora ela.

As esteticistas explicam que a massagem no rosto retarda o envelhecimento e pode estimular a produção de colágeno e elastina, já que tem uma enorme quantidade de polifenóis. Elas informam que todo o processo traz firmeza para a pele e, por meio de ativos do vinho, promove o clareamento, a nutrição e a revitalização. É indicado para todos os tipos de pele. Esta técnica traz luminosidade para mulheres que usam muita maquiagem. E para um resultado mais eficaz é recomendado a repetição da terapia a cada 15 dias.

A sessão facial dura cerca de 1 hora e começa pela higienização, para remoção das células mortas. Em seguida, aplica-se um peeling iluminador para estimular a renovação das células, com cremes à base de vinho. Para a maior absorção dos polifenóis  é feita uma massagem manual em todo o rosto, com 35 movimentos circulares. Por fim, o rosto recebe uma máscara de vinho por 25 minutos. Gotículas de serum são aplicadas no rosto para que o tratamento continue a agir ao longo do dia.

No corpo
Muitas pessoas utilizam o vinho como aliado da boa forma. E a técnica da vinoterapia corporal, que pode ajudar no emagrecimento. Os esteticistas afirmam que este procedimento é muito útil para quem pretende perder peso, pois acelera o metabolismo e tem efeito desintoxicante.

Assim como no procedimento facial, o trabalho começa com uma higienização. Depois é realizada uma esfoliação seguida de massagem modeladora com produtos à base de vinho. O tratamento dura 1 hora e 20 minutos e deve ser feito duas vezes por semana, em dias alternados. Para quem quer fazer as pazes com a balança, é recomendado um pacote de dez sessões.

Se o desejo é o de relaxar, existe ainda a possibilidade de se jogar numa banheira cheia de vinho. Duvida? Depois de uma massagem corporal e facial, a pessoa fica na banheira por cerca de 20 minutos, com vinho e água morna.

Banho de vinho
A terapia consiste na aplicação de vinho quente misturado a outras substâncias para induzir a termogênese, uma reação natural do organismo para manter o equilíbrio térmico e, desta forma, garantir seu perfeito funcionamento. A manutenção dessa fonte térmica externa obriga o organismo a aquecer internamente para se harmonizar com o exterior. O calor necessário é obtido com a queima de gordura.

Além da termogênese, a vinoterapia ainda aproveita os benefícios de algumas substâncias presentes no vinho tinto, entre elas o polifenol, os flavónides e o reveratol. Esses componentes encontrados no vinho são antirradicais e promovem uma reação de antienvelhecimento. Os radicais livres degeneram o colágeno e aceleram o envelhecimento da pele.

Os dermatologistas ainda explicam que não existe nenhuma contraindicação para esse tratamento. A vinoterapia pode ser feita por todos e quantas vezes quiser. É recomendado apenas uma vez por semana. Os vinhos devem ser tintos e sempre diluído com água.

Leia Também