Terça, 21 de Novembro de 2017

Órgãos de mulher que foram doados na Capital salvou seis vidas

30 ABR 2009Por 17h:23
     

         

         

Uma mulher de 43 anos, que estava internada na Santa Casa de Campo Grande e morreu de morte cerebral, teve seus órgãos doados. A ação da família, de fazer a doação, salvou a vida de seis pessoas. De acordo com Adriana Bottaro, coordenadora da Comissão de Transplantes da Santa Casa, duas pessoas receberam as córneas, duas os rins, uma o fígado e uma o pâncreas.

Leia Também