Segunda, 20 de Novembro de 2017

Orçamento dos Estados Unidos tem déficit de US$ 1,56 trilhão

2 FEV 2010Por 23h:43
Ao anunciar hoje o orçamento de US$ 3,8 bilhões para o ano fiscal de 2010-2011 (que vai de outubro deste ano a setembro do ano que vem), o presidente dos EUA, Barack Obama, informou que o déficit nas contas do país terá alta de 9%, para R$ 1,56 trilhão. O valor é recorde histórico e representa mais de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano. Obama afirmou que o objetivo é reduzir o “buraco” no orçamento ao longo dos próximos anos com um programa de responsabilidade fiscal. “No longo prazo, não podemos ter um crescimento duradouro e sustentável sem colocar a questão fiscal em ordem”, disse o presidente em discurso. A alta do déficit foi parcialmente creditada ao pacote de estímulo à economia de US$ 787 bilhões enviado por Barack Obama ao Congresso no início de 2009 por conta da crise econômica. Ele também admitiu que a economia ainda vive um momento difícil: “Estamos em guerra, nossa economia perdeu 7 milhões de empregos nos dois últimos anos, e nosso Estado está fortemente endividado, após o que somente pode ser qualificado de década perdida”, afirmou. Medidas A administração Obama concentrou-se em propostas para reduzir gastos avaliados como discricionários, que representam 17% do orçamento para 2011, como parte de um plano para reduzir o déficit recorde de US$ 1,6 trilhão entre a arrecadação e as despesas públicas. O plano também prevê uma receita de aproximadamente US$ 1 trilhão que será gerada com o fim de benefícios fiscais concedidos a indivíduos de renda elevada durante o governo de George W. Bush e prevê novas taxas e tarifas para bancos e empresas multinacionais.

Leia Também