Sábado, 18 de Novembro de 2017

Oposição e base aliada travam batalha regimental na Assembleia

24 JUN 2009Por 23h:26
     

Lidiane Kober

 

A oposição e a base aliada travaram batalha regimental na votação do projeto que autoriza o Governo do Estado a negociar dívidas com os seus credores antes de virarem precatórios. Usando de instrumentos regimentais, a oposição tentou em vão a obstrução da votação do projeto, mas acabou impedindo os governistas de concluírem a apreciação do projeto na sessão de ontem.

 

A oposição, formada por apenas quatro deputados do PT, decidiu enfrentar a maioria esmagadora da base aliada depois que a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) rejeitou as três emendas do deputado estadual Paulo Duarte (PT). "Ao rejeitar as sugestões, a CCJ perdeu a oportunidade para estabelecer moralidade e impessoalidade à proposta" disse o deputado estadual Pedro Kemp (PT). Mas, a base aliada assegurou que as emendas são inconstitucionais e desnecessárias. Diante do impasse, a oposição fez de tudo para barrar a votação, no entanto, como é minoria, os petistas só conseguiram adiar a apreciação do mérito do projeto.

Leia Também