Domingo, 19 de Novembro de 2017

Operação do Gaeco resulta na prisão de oito acusados de liderar ações de dentro de presídios

10 MAI 2010Por 14h:44
     

                A operação desencadeada na manhã desta segunda-feira pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate do Acrime Organizado) resultou na prisão de oito pessoas, na Capital. Todas têm segundo o Gaeco, ligações com o PCC. A Justiça decretou o bloqueio de 15 contas bancárias do grupo, que coordenava ações criminosas de dentro de presídios. Entre as prisões está a de José Cláudio Arantes, líder da rebelião em três presídios do Estado, em 2006, e que cuminou com um detento decapitado, na unidade de segurança máxima da Capital.

                De acordo com o Gaeco, foram apreendidos ainda, com o grupo, durante os três meses de investigação quase uma tonelada de entorpecentes, dinheiro e celulares. Alguns dos presos já cumprem pena. Entre os acusados, está um advogada.

                 

                 

                 

Leia Também