Domingo, 19 de Novembro de 2017

ONU precisa de reforço no Haiti, diz Celso Amorim

18 JAN 2010Por 15h:23
     

        O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, disse hoje (18) que a Missão das Nações Unidas para a estabilização no Haiti (Minustah) pode precisar de pelo menos mais mil homens. Os militares deverão ajudar a conter principalmente a onda de violência que atingiu o país depois do terremoto de terça-feira (12), que provocou a fuga de detentos e fortaleceu atuação de gangues nas favelas de Porto Príncipe, capital haitiana. O país enfrenta hoje uma onda de saques em supermercados e armazéns e há uma disputa desesperada por água e comida entre os haitianos.

        Com informações da Agência Brasil

Leia Também