Sábado, 25 de Novembro de 2017

ONU alerta que vacinas contra febre amarela podem acabar em 2010

26 MAI 2009Por 13h:00
     

        

 

As principais organizações de saúde advertiram hoje que se não houver mais financiamento para aumentar a reserva global, as vacinas contra a febre amarela estarão esgotadas em 2010, deixando milhões de pessoas com risco de contrair a doença.

Se as vacinações não continuarem, 150 milhões de crianças e adultos na África continuarão expostos a essa doença, especialmente em Benin, Serra Leoa, Nigéria, Libéria, Guiné, Gana e Costa do Marfim, como assinalou o Grupo de Coordenação Internacional para a Provisão de Vacinas contra a febre amarela.

 

Dele fazem parte OMS, Médicos sem Fronteiras (MSF), Federação Internacional de Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV) e Unicef.

A população de cinco dos 12 países mais vulneráveis à doença (Togo, Mali, Senegal, Burkina Fasso e Camarões) já está protegida graças às vacinações patrocinadas pelo Fundo Financeiro Internacional para a Imunização (IFFI).

 

A febre amarela, causada por um vírus transmitido pelos mosquitos, é endêmica nas regiões de selva, onde a OMS calcula que se produzem perto de 206 mil casos e 52 mil mortes ao ano.

 

Com informações da Agência Brasil

Leia Também