Segunda, 20 de Novembro de 2017

Omissão do Executivo na votação da CSS racha base aliada

2 JUN 2008Por 23h:06
     

Brasília

 

A recusa do Planalto em assumir o papel de fiador explícito da recriação do imposto do cheque provocou a decomposição do apoio dentro da base aliada à aprovação da Contribuição Social para a Saúde (CSS), com alíquota de 0,1%. A fragilidade dos defensores do novo imposto provocou um efeito colateral: a bancada do bingo tenta, agora, pegar carona no projeto de regulamentação da emenda 29, que estabelece as regras para a destinação de recursos para a Saúde.

Leia Também