Sábado, 18 de Novembro de 2017

Ódio cresce em redes sociais na internet

13 MAI 2009Por 15h:39
     

         

De acordo com um relatório divulgado hoje (13), houve um aumento de 25% no número de grupos de promoção do ódio nas redes sociais da internet, somente no ano passado. O estudo se baseia em "mais de 10 mil sites, grupos de redes sociais, portais, blogs, salas de chat, vídeos e jogos na internet que promovem a violência racial, o antissemitismo, a homofobia, a música de ódio e o terrorismo".

Segundo o relatório, os grupos mais visados na internet incluem judeus, católicos, muçulmanos, hindus, gays, mulheres e imigrantes.

Com informações do G1

Leia Também