Quinta, 23 de Novembro de 2017

Obra de Picasso deve atingir US$ 60 milhões

18 MAR 2010Por 02h:10
A casa Christie’s atribuiu valor inédito a uma importante tela de Pablo Picasso pintada durante a sua celebrada “fase azul”, e que irá a leilão em 23 de junho, em Londres. Retrato de Ángel Fernández de Soto (“O bebedor de absinto”), de 1903, deve alcançar de US$ 45 a US$ 60 milhões de dólares, maior estimativa pré-venda já feita para uma obra de arte leiloada na Europa. Em fevereiro, num leilão da concorrente Sotheby’s, uma escultura de Giacometti foi arrematada por 104,3 milhões de dólares, batendo o recorde de um Picasso vendido por 104,2 milhões de dólares em Nova York, em 2004. O anúncio do leilão de junho mostra a crescente confiança na recuperação do mercado da arte, depois da forte contração ocorrida durante a crise financeira global. O quadro a ser leiloado mostra um homem sentado, segurando um copo de absinto e um cachimbo, cuja fumaça se eleva fazendo voltas. A tela atualmente pertence ao compositor Andrew Lloyd Weber, e a renda será destinada a uma fundação dele que promove as artes e a cultura na Grã-Bretanha. A mesma obra quase foi leiloada em novembro de 2006 pela Christie’s, mas a venda foi cancelada na última hora porque um indivíduo contestou sua posse legítima, alegando que o quadro havia sido roubado da sua família por nazistas. Em nota, a Christie’s disse que essa contestação já foi resolvida e que os reclamantes retiraram suas queixas, liberando a fundação de Weber para vender a tela. Jussi Pylkkanen, presidente da Christie’s para Europa, Rússia e Oriente Médio, disse que a obra de Picasso pode acabar em um grande museu ou numa coleção particular, e anteviu um “enorme” interesse dos colecionadores. “Esta é uma das obras de arte mais importantes a serem oferecidas em leilão em décadas”, afirmou.

Leia Também