Terça, 21 de Novembro de 2017

Obra de 135km custa R$ 100 milhões

2 AGO 2010Por 06h:41
A BR-359 liga Corumbá a Mineiros (GO), cruzando terras pantaneiras e do planalto. Em Coxim, quase no meio do caminho, a pavimentação de um dos seus trechos vai garantir melhor condição de escoamento para os produtos da região. A obra total da via, dividida em cinco contratos, ou lotes, é executada pelas construtoras Sercel, CGR, Sanches Tripolini e CCB.  Sem chuva, a pavimentação dos 135 quilômetros entre Coxim e Alcinóplois, cidade de 5 mil habitantes, avançou nos últimos meses. Se o tempo permancer estável até 5 de novembro, fim do contrato com as construtoras, o asfalto estará pronto.
Para desatolar o projeto de asfaltamento desse trecho, foram necessários mais de R$ 100 milhões em recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. A contrapartida do Estado, executor da obra, não chega a 10% do valor total, segundo a gerência de Coxim da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul (Agesul).
A pavimentação ocorre em duas frentes: de Coxim a Alcinópolis, e no sentido contrário. A primeira, a cargo da construtora Sercel, é de 63,8 quilômetros, dos quais 31,8 receberam Tratamento Superficial Duplo (TSD). Essa camada é a que fica abaixo da capa asfáltica. O valor do contrato é de R$ 47,2 milhões.
Na frente que começou em Alcinópolis, o contrato de R$ 53,4 milhões é com a CGR. O trecho, de 56,4 quilômetros, já recebeu TSD em 24,1. Mais avançada, a obra nessa extensão tem 1,96 quilômetro, com Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), a camada que receberá o peso dos automóveis. Os números referem-se à situação da obra no dia 25 de julho. (CHB)

Leia Também