Quarta, 22 de Novembro de 2017

OAB recorre à Justiça para garantir posse de professora cega

20 ABR 2010Por 12h:16
     

                A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Mato Grosso do Sul propôs uma ação na Justiça Federal pedindo que a Prefeitura de Campo Grande dê posse imediata a uma pedagoga cega que, aprovada em primeiro lugar entre deficientes que prestaram concurso para professor da rede pública municipal, acabou sendo desclassificada por "inaptidão" ao cargo. Em 19 de fevereiro, Telma Nantes de Matos chegou a ser oficialmente convocada e nomeada pela prefeitura, mas o ato acabou revogado após um parecer técnico de uma equipe multidisciplinar convocada pela Secretaria de Educação.

Leia Também