Quarta, 22 de Novembro de 2017

Artigo

O desafio de prometer menos e surpreender mais

23 JAN 2010Por DALMIR SANT’ANNA – PALESTRANTE COMPORTAMENTAL08h:22
Para inúmeras pessoas, 31 de dezembro é uma data comemorativa, de festa, confraternização e muita descontração. Percebo que neste dia, existem pessoas que realizam promessas, que serão apenas palavras soltas ao vento. Obrigações que serão assumidas somente naquele determinado momento, entretanto, serão esquecidas pela ausência de disciplina, organização e planejamento. Você conhece alguém, que em 31 de dezembro prometeu algo e certamente não realizará? Reconhece pessoas que prometeram uma melhor qualidade de vida e que no segundo mês do ano não irão lembrar o que prometeram? Observe que 2010 é um período de inquietude, mudanças e renovações, principalmente no cenário político, com a eleição presidencial. Neste sentido, perceba que um compromisso assumido e não colocado em prática, demonstra ausência de respeito e lealdade. Um sonho que permanece somente na mente, acaba sendo esquecido por falta de revitalização. Para surpreender em 2010, passa a ser necessário lembrar que a atitude de prometer menos e agir mais, requer intensidade de esforço e organização das metas estabelecidas, além de assumir o compromisso de ultrapassar o limite do comodismo e das justificativas. A promessa não pode ser esquecida – Certa vez eu estava no Aeroporto de Congonhas, quando a companhia aérea anunciava atraso de uma hora no vôo. Ao meu lado observei, que irritados, dois homens comentavam: “Se agora está desta maneira, imagine quando o Brasil sediar a Copa do Mundo de Futebol em 2014...” Há pessoas que, antes mesmo do time entrar em campo, torcem para que algo de errado aconteça. Você conhece pessoas assim? Há quem não consegue alterar padrões de comportamento, pois acredita que não será capaz de cumprir as promessas anunciadas a si mesmo. Profissionais motivados assumem diante da gerência, que no novo ano serão diferentes na sua maneira de trabalhar. Alunos prometem aos seus pais, que terão melhores notas. Pessoas prometem emagrecer, cuidar mais da saúde e controlar suas emoções. O desafio de prometer menos e surpreender mais em 2010, exige parar alguns momentos da sua vida e escrever uma lista de todas as atividades que você deseja realizar neste ano. Em seguida, realize o exercício de estabelecer prioridades, de acordo com cada período do ano e busque cumprir cada meta estabelecida. Esta lista de prioridade pode ser escrita a mão, impressa, disponibilizada em um arquivo do seu computador, ou ainda, no próprio celular. O importante é que esteja em um local de rápido acesso e que permita monitorar seu desempenho. Lembre de colocar em prática o que prometeu e realize o exercício de monitorar mensalmente sua evolução. No final de 2010, você terá uma surpresa, pois evitou atropelos e conseguiu cumprir com compromisso, organização e perseverança as promessas assumidas. A promessa não pode limitar as descobertas – Há pessoas que logo no começo do ano, pegam o calendário para verificar e apontar quantos feriados haverá de segunda a sexta. Você conhece pessoas assim? Há quem não consegue vencer desafios, pois não gosta de definir metas e para evitar assumir responsabilidades, simplesmente faz um jogo de aparência do tipo “faz de conta que ensina e eu faço de conta que aprendo”. Como em uma metáfora, há pessoas que fazem o seu barco acompanhar as ondas e as evoluções da maré, sem erguer as velas para as mudanças do percurso. Não são capazes de acreditar na capacidade da força do motor do seu próprio barco e não acreditam no potencial de superar as ondas. Perceba que ao ler um novo livro, participar de treinamentos, feiras e congressos, viajar para conhecer novas tendências, você realiza a expansão dos seus próprios conhecimentos e desenvolve quatro atitudes essenciais: valorização, reconhecimento, incentivo e respeito. Observe que de maneira direta, você é quem ganha com a superação de seus limites e com a expansão dos seus conhecimentos, pois ultrapassa a insatisfação, a escassez de descobertas e a acomodação de inovar. Lembre que uma meta somente, não garante que você conquistará seu objetivo, mas contribui para visualizar onde deseja chegar. O desafio de prometer menos e surpreender mais em 2010, deve evidenciar que comportamentos desonestos geram desgastes financeiros, emocionais e motivacionais. O Brasil está fortalecido por 15 anos de uma política monetária responsável pelo vigor de seu mercado interno e mesmo os observadores mais conservadores, acreditam no crescimento do PIB na casa dos 5% em 2010. Neste ano, as previsões para a economia são opostas ao do início de 2009, quando existia um cenário desafiador para os mais diversos setores. Há pessoas esperando que você tenha o compromisso de acreditar no seu potencial, nas suas promessas e na sua capacidade de superação. Perceba que, neste exato momento, há alguém que torce por você. Sim, uma pessoa próxima ou distante, desejando que você consiga vencer, superar desafios e ser feliz. Se há alguém que torce por você, então responda: Você realmente acredita que é capaz de prometer menos e fazer mais em 2010?

Leia Também