Número em algarismo romano de réplica de relógio gera polêmica

DA REDAÇÃO 5 de Janeiro de 2012 | 16h39
David Majella David Majella

Relógio histórico da Avenida Afonso Pena com a Calógeras é restaurado e instalado com numeral 4 em romanos da forma 'III' e não da forma mais usual 'IV', o que gerou polêmica entre os internautas no Facebook.

A numeração adotada no relógio não está errada. A explicação é que o uso do 'IIII' é relativamente usual em relógios que exibem as horas em algarismos romanos – cujo uso em relógios podem ter diversas causas, desde estética, até religiosa (evitando o uso das letras que iniciam o nome do deus Júpiter, IVPITE.

Explicação da Prefeitura

A grafia do numeral “4” no relógio despertou a curiosidade de alguns internautas, que publicaram no site de relacionamentos “Facebook” a foto do relógio com o algarismo romano escrito como “IIII”, e não “IV” como todos estamos habituados.

A restauração do relógio se limitou em consertar o maquinário, mantendo sua identidade e arquitetura original. E foi assim que o número 4 foi escrito no relógio em 1933.

As explicações sobre essas duas formas diferentes de grafia variam entre os pesquisadores. O formato “IV” é uma forma mais moderna de se representar o número. Já o “IIII” foi usado no período chamado de “Tempos Modernos”, décadas de 30 e 40, exatamente quando o relógio foi construído.

Alguns pesquisadores acreditam que esta forma de representar o número 4 deve-se a herança da realeza inglesa ou francesa.

Fonte: Wikipédia (Referências:
http://mundoestranho.abril.com.br/cultura/pergunta_287932.shtml acessado em 14/05/2010
FAQ: Roman IIII vs. IV on Clock Dials, coleção de textos extraídos de discussões, inclusive com citação a um livro de 1947) 

Matéria atualizada às 17h para acréscimo de informações

Comentários
Mais de CRISEMaior reserva de água doce do mundo, Lago Baikal, baixou para "nível crítico" O nível do Lago Baikal - no sul da Sibéria, na Rússia -, maior reserva de água doce do mundo,...CULTURAProjeto português de difusão da arte contemporânea inaugura mostra no Rio Um projeto português de arte contemporânea, que já percorreu cidades como Nova York, Berlim, Barcelona e...Elvio Marcos Vargas: artigoElvio Marcos Vargas: "Porque sou contra a mudança do nome da Enersul?"Eli Narciso Torres: OpiniãoEli Narciso Torres: "A prisão e a invisibilidade social do agente prisional"
 Últimas Notícias  


  • Assinaturas:
    • (67) 3323-6100
  • Publicidade:
    • (67) 3320-0023
    • (67) 3323-6090
  • Empresa:
    • (67) 3323-6090
    • (67) 3323-6059
 Plataforma Desenvolvimento© Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.