Domingo, 19 de Novembro de 2017

Numero de professores especializados precisa ser maior

27 JUL 2008Por 14h:30
     

        O Congresso Nacional aprovou, no primeiro semestre, duas leis que incluem novas disciplinas nos currículos da educação básica: filosofia, sociologia e música. Especialistas em educação comemoraram a inclusão, que garante às crianças e adolescentes uma formação mais integral.

         

        Mas a novidade também coloca o dedo em uma antiga ferida da educação brasileira: a falta de professores para disciplinas específicas.
        
        Estimativa da Capes aponta que serão necessários 107.680 docentes, em cada uma das disciplinas, para atender aos 24.131 estabelecimentos de ensino médio. A oferta será obrigatória nos três anos desse nível de ensino.

Leia Também