Sexta, 24 de Novembro de 2017

Número de presos aumentou 103%, diz juiz

20 JUL 2010Por 08h:22
Vânya Santos

O juiz federal Odilon de Oliveira revelou que a população brasileira aumentou em média 12% nos últimos 10 anos, enquanto a carcerária teve incremento de aproximadamente 103%, gerando uma despesa mensal de R$ 580 milhões. As informações foram repassadas pelo magistrado na manhã de ontem, durante entrevista ao Programa Bom Dia Mega, da Rádio Mega 94 FM.
Ele explicou que esse crescimento populacional carcerário ocorreu no período de 2000 a 2009 e atualmente o Brasil conta com 473 mil detentos, sendo que cada um custa de R$ 1,2 a 1,5 mil aos cofres públicos por mês. “Isso sem contabilizar os salários dos policiais e o combustível das viaturas”, esclareceu, explicando que o preso de unidade federal custa em torno de R$ 5 mil por mês.
Odilon estimou que a despesa mensal em Mato Grosso do Sul chegue a pelo menos 14,4 milhões, já que existem cerca de 12 mil detentos em presídios estaduais.
Para o juiz, os R$ 580 milhões que a União gasta com presos poderia ser destinado a construção de obras em benefício da população. “Imagino que uma escola boa custe R$ 2 milhões. Se transformar esse valor em escolas ou postos de saúde, no decorrer de cinco ou dez anos teríamos postos sobrando”, exemplificou.
Segundo o magistrado, no Brasil existe um preso para cada 412 habitantes, enquanto esse média na América do Sul é de um para 774 habitantes. Na América do Sul a população carcerária é 753 mil presos, sendo que o Brasil abriga 62% de todos esses detentos.

Leia Também