Quarta, 22 de Novembro de 2017

Número de óbitos é diferente entre mulheres brancas, negras e pardas

6 NOV 2008Por 16h:40
     

 


        

De acordo com dados da publicação Saúde Brasil 2007, divulgada hoje (6) pelo Ministério da Saúde, as mulheres brancas têm mais risco de morte por acidentes com veículos e atropelamentos do que negras e pardas. É uma média de 7,1 por 100 mil mulheres. Segundo o ministério, o risco de uma mulher branca em idade fértil ser assassinada por arma de fogo é maior que o de morte por doenças isquêmicas e câncer do colo de útero.


        O estudo aponta que entre as mulheres negras e pardas, o risco de morte por doenças cerebrovasculares é duas vezes maior em relação às mulheres brancas. Na avaliação do Ministério da Saúde, os óbitos podem estar associados a questões genéticas ou a uma situação socioeconômica desfavorável, com mais casos de pobreza e dificuldade de acesso a serviços de saúde.


Com informações do g1
        

Leia Também