Sábado, 25 de Novembro de 2017

Número de famintos aumenta, diz ONU

26 OUT 2009Por 18h:20
     

         A maioria dos países em desenvolvimento está pagando mais por comida, apesar das quedas registradas no mercado de commodities durante a crise econômica mundial. Com isso, mais 200 milhões de pessoas começaram a passar fome nos últimos dois anos, informou hoje o Programa Mundial de Alimentos da Organização das Nações Unidas (ONU). A diretora executiva da agência, Josette Sheeran, citou as mudanças climáticas, o aumento dos preços dos combustíveis e a queda de renda pela situação. Ela disse que o número de "famintos em situação de emergência" atingiu agora o nível mais alto, de 1,02 bilhão de pessoas.

        Com informações do Estadão
        
        

Leia Também