Quarta, 22 de Novembro de 2017

Número de execuções quase dobrou pelo mundo em 2008

24 MAR 2009Por 11h:30
     

         

         

A Anistia Internacional informou hoje (24) que o número de execuções cresceu mais de 90% e chegou a 2.390 no ano passado, com a China, o Irã, a Arábia Saudita, o Paquistão e os Estados Unidos responsáveis por mais de 90% delas. A China promoveu 72% de todas as execuções em 2008.

O Irã executou pelo menos 346 pessoas, a Arábia Saudita, 102, e o Paquistão, 36. O Japão executou 15 pessoas em 2008, o número mais alto desde 1975.

        Com informações do G1

Leia Também