Sexta, 24 de Novembro de 2017

Número de brasileiros que recebem seguro-desemprego cai 11% no semestre

21 JUL 2010Por 17h:30
     

O número de trabalhadores que recebem o seguro-desemprego caiu 11% no primeiro semestre deste ano, frente ao mesmo período de 2009, revelou o MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) nesta quarta-feira (21).

De janeiro a junho, 3,624 milhões de trabalhadores receberam o benefício, ante 4,072 milhões no mesmo período de 2009. Em 2008, por sua vez, 3,409 milhões de pessoas receberam o seguro-desemprego na mesma base de comparação.

A previsão para este ano é de que 6,6 milhões de pessoas recebam o benefício, sendo que no ano passado o volume foi de 7,330 milhões.

Dinheiro do FAT

O dinheiro do seguro-desemprego vem do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), que registrou um saldo positivo de R$ 3,2 bilhões no primeiro semestre deste ano, valor 88% superior ao registrado no mesmo período de 2009.

A principal fonte de arrecadação são as contribuições para o PIS/Pasep, que repassou ao fundo R$ 13,8 bilhões nos seis primeiros meses deste ano, volume 22,64% superior ao do mesmo período de 2009. Outras receitas foram responsáveis por R$ 5,3 bilhões, alta de 5,25%.

Entre as despesas, o seguro-desemprego demandou R$ 10,19 bilhões, alta de 2,35% frente aos seis primeiros meses de 2009, enquanto o abono salarial recebeu R$ 163,5 milhões, queda de 24,81% no período. Outras atividades foram responsáveis por R$ 107,9 milhões.

Conforme determina a Constituição Federal (art. 239), 40% da receita financeira do fundo foi destinada ao BNDES, o que representou R$ 5,58 bilhões, alta de 26% frente ao período de janeiro a junho de 2009.

Leia Também