Sexta, 17 de Novembro de 2017

Número de apagões graves aumentou 29% em 2009

15 NOV 2009Por 09h:19
     

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) registrou 62 apagões graves neste ano, o que representa um aumento de 29% em relação a 2008 segundo o jornal Folha de S.Paulo. Segundo especialistas ouvidos pelo jornal, o aumento se deve às condições climáticas, às queimadas, desmatamento e falhas na transmissão causadas por erros de planejamento ou falta de manutenção.

Na noite de sexta-feira, três vigas de um viaduto do Rodoanel em obras caíram na pista sentido São Paulo da rodovia Régis Bittencourt. Três pessoas ficaram feridas no acidente. O viaduto onde ocorreu o desabamento fica na altura do km 279 da Rodovia Régis Bittencourt, na pista sentido São Paulo. A obra tem 61 km de extensão e um terço das construções são de pontes e viadutos, onde há mais de 2 mil vigas iguais as que caíram.

Os 62 desligamentos teriam cortes superiores a 100 MW, o equivalente ao consumo médio de uma cidade com 400 mil habitantes e referência máxima adotada pela OMS. Dois desligamentos de linhas de transmissão de Itaipu não geraram conseqüências aos consumidores. Nos quatro anos anteriores houve queda no número de blecautes, que chegaram a ser 74 em 2005.

A maior parte das ocorrências estaria ligada às empresas Eletronorte, Furnas e à Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (Cteep). Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), 70% das ocorrências seriam motivadas por descargas elétricas.

São Paulo é o Estado com maior número de registros, com 14 desligamentos, seguido de Mato Grosso com 11 e de Pará com 9.

Leia Também