Segunda, 20 de Novembro de 2017

Novo iPad

3 FEV 2010Por 23h:14
Não é de hoje que a Apple vem acertando a mão nos produtos que lança. A empresa, detentora de computadores e notebooks da linha Mac, resolveu há alguns anos ampliar sua linha de atuação também com outros produtos. E olha que deu certo! Foi uma sucessão de "bolas dentro" que elevou o faturamento da empresa. A linha de tocadores de áudio iPod, iShuffle e variações ainda faz muito sucesso no mundo inteiro. No entanto, o queridinho de Steve Jobs, criador e presidente da Apple, é o iPhone, celular que mudou os conceitos de todo um mercado. Todos os produtos lançados pela Apple sempre tiveram algo em comum: o design inovador. Nem os equipamentos trazem tecnologia de ponta ou recursos inovadores; o diferencial em relação aos concorrentes sempre é a quebra de paradigmas quanto à usabilidade e visual. E para manter a tradição, Apple resolveu lançar, semana passada, o iPad. Embora a empresa o tenha classificado como um tablet, ele, na verdade, chega para inaugurar uma nova categoria de aparelho. Ele está entre os smartphones (celulares com teclado e recursos de computador) e os netbooks (aparelhos com o mesmo visual de um notebook, só que com performance limitada). Nova categoria Sim, o iPad, que mais parece um i Phone enorme, não é um celular e nem um notebook. Com uma tela de 9,7 polegadas touchscreen (sensível ao toque), 680 gramas de peso e apenas 1,2 cm de espessura, o aparelho chega com a proposta de ser uma central de trabalho e entretenimento móvel. Por dentro ele traz o novo processador Apple A4 de 1Ghz, espaço de armazenamento que varia entre 16GB, 32GB e 64GB, além de wireless 802.11n, WiFi, 3G (não todos) e Bluetooth 2.1. Outro ponto importante é o tempo de bateria: são 10 horas com uso extremo e cerca de 30 dias em modo de espera. Mas o que realmente será possível fazer com o iPad? Na teoria, quase tudo que um computador ou notebook faria, mas com limitações, muitas limitações. Por meio de uma conexão sem fio via wi-fi ou 3G, dependendo do modelo, é possível navegar na Internet usando o navegador Safari. Uma deficiência na navegação é a incompatibilidade com animações em Flash, presente em grande parte dos sites da web. Sem teclado A tela maior deixa a visualização melhor do que em um celular, mas não tão boa quanto em um notebook pequeno. O motivo principal é que o iPad não traz um teclado tradicional. Ele vem com um teclado virtual, que pode ser digitado tocando na tela. Isso deixa a digitação mais lenta e desconfortável, mas, ao mesmo tempo, facilita levá- lo para qualquer lugar. A mesma dificuldade vale também para os e-mails. O iPad traz um programa de correio eletrônico bem leve, qual permitirá receber e responder as mensagens em qualquer lugar. Fotos O iPad é também um excelente gadget para mostrar e partilhar fotos com os seus familiares ou até mesmo fazer uma apresentação de slides para um cliente seu. Graças à tecnologia multi-touch é bastante fácil navegar e fazer zoom nas várias galerias de fotos. Pode inclusive utilizar o seu iPad como um portaretrato digital, enquanto é carregado na sua dock. Com o acessório Apple Camera Connection Kit pode importar as suas fotos por meio de um cartão micro-sd. Uma aplicação do iPad é a iBooks app que lhe permite ler e comprar livros em formato ebook, online por meio da nova iBook Store. Poderá fazer download gratuito da aplicação na App Store e comprar qualquer tipo de livro, desde os clássicos até aos best sellers. O iPad vem com tecnologia sem fios 802.11n integrada, tirando assim um melhor partido das ligação de rede Wi-Fi. Poderá ligar vários gadgets ao seu iPad como headphones ou o teclado wireless da Apple utilizando o Bluetooth 2.1. Para além disso, existirão também modelos do iPad com suporte a 3G com ligações até 7,2Mbps garantindo que tem ligação à Internet em qualquer local. Em breve, a Apple fechará parcerias com as operadoras para a criação de planos de dados, tal como aconteceu com o iPhone. Sem USB e webcam Em matéria de conectores, o iPad é muito pobre. Ele não traz entrada para cartão de memória ou para pendrive. O iPad tem um conector de 30 pins na parte de baixo, permitindo-o ligar à dock e carregar a bateria, bem comoligar outros acessórios do iPad como ao kit de ligação de Camera e a Dock com teclado (Keyboard Dock). O iPad vem com uma coluna integrada que proporciona uma qualidade de som perfeita para ouvir música ou ver filmes. Para além disso o iPad tem um microfone integrado e vem com uma entrada para fone de ouvido. Um ponto negativo é a falta de uma webcam embutida. É até difícil de entender o porquê, uma vez que, atualmente, qualquer netbook básico vem com este recurso. Se houvesse uma, seria bem interessante para batepapos com recurso de vídeo do Skype. Outra boa utilidade do iPad surge na hora de assistir filmes. Com uma excelente resolução, ele permite que você veja víd e o s b a i x a d o s por meio da dock station ou diretamente nos sites de vídeos, como Youtube, Terra Vídeo, entre outros. Games Para os amantes dos games, o iPad também será uma boa surpresa. O jogo “Need for speed shift”, da Electronic Arts, foi demonstrado no evento. O jogo de corrida mostrou a capacidade gráfica do aparelho, melhorada em relação ao iPod. Os controles utilizam a tela sensível ao toque para acelerar e frear o veículo e o sensor de movimentos – conhecido como acelerômetro – para controlálo na tela. Softwares Mas o que realmente fará o iPad tornar-se ainda mais útil serão os softwares compatíveis. E isso a Apple fez muito bem. São cerca de 140.000 aplicações já presentes na App Store que poderá utilizar diretamente no seu iPad. Para além disso foram desenvolvidas três aplicações especialmente a pensar no iPad, o Keynote, o Pages e o Numbers. Utilizando a tela operada por toques, o aplicativo "Brushes" permite desenhar com a ponta dos dedos. É possível fazer arte utilizando diferentes tipos de pincel. Os menus todos “saltam” na tela, evitando ter que sair da pintura para selecionar outras opções. O conjunto de programas de edição de texto e planilhas iWork terá uma versão para o iPad. Com a aplicação iPod app, poderá ouvir todas as suas músicas em qualquer local, navegar por album, música, artista ou género com um simples clique. Preços O iPad vai estar disponível em vários modelos com capacidades de 16GB, 32GB e 64GB e os modelos com suporte adicional de ligações 3G têm um custo superior (veja a tabela). Resta saber como o mercado aceitará o iPad. No mercado brasileiro, com os impostos altos, estima-se que o valor será o triplo do encontrado lá fora. Por isso, um netbook básico, que custa em torno de R$ 1 mil por aqui, seria melhor negócio. Só o tempo dirá.

Leia Também