Sábado, 18 de Novembro de 2017

Novo diretor da Colônia Penal assume que responde processo

10 FEV 2008Por 09h:00
     

        Neiba Ota

         

        O novo diretor da Colônia Penal Agrícola, Livrado Braga, que assumiu o cargo na última sexta-feira, com o pedido de afastamento de Luiz Carlos dos Santos, reconheceu anteontem vem respondendo a processo administrativo. Ele foi acusado de ter favorecido fuga de presos em 1998. "Eu era o oficial do dia, houve a fuga e estou respondendo pelo processo", disse.

        Segundo Braga, o caso ainda não foi concluído e ele é inocente. "Qualquer um está sujeito a responder por um processo. Até que se prove algo contra mim, eu sou inocente", enfatizou.

        Para Braga, administrar os conflitos de 500 internos que vêm manifestando rebeliões será a continuidade do seu trabalho anterior, de disciplina aos presos. Há 18 anos no sistema penitenciário, o diretor admitiu que esse será um verdadeiro desafio profissional. "O problema é que a colônia carece de estrutura. Em média são 500 internos e a capacidade seria para 80 detentos", informou.

         

Leia Também