Sexta, 24 de Novembro de 2017

Novo abalo de magnitude 5,1 afeta cidade na Nova Zelândia

7 SET 2010Por 19h:30
     A cidade de Christchurch, na Nova Zelândia, amanheceu sob forte abalo sísmico secundário, de magnitude 5,1, às 7h49 desta quarta-feira (8) no país. É o pior acontecimento desde o forte abalo de 7,2 graus que atingiu a região no final da sexta-feira, pelo horário de Brasília.

        Desde o final de semana, já foram 100 fenômenos semelhantes na região de Canterbury. As autoridades locais relatam quedas de energia, com alarmes disparando após o conserto do problema.

        A cidade de Christchurch está em estado de emergência, condição que será mantida pelo governo local até que os abalos terminem.

        Pessoas tiveram de deixar estabelecimentos como casas, hotéis e prédios comerciais. Há registro de rachaduras em túneis e é possível que rotas de acesso à cidade estejam comprometidas.

        Estado de emergência
        Nesta terça-feira, o governo local já havia anunciado a manutenção do estado de emergência, após duas pessoas ficarem feridas na segunda maior cidade da Nova Zelândia.

        O terremoto com magnitude 7,2 deixou 100 mil casas afetadas. Com 340 mil habitantes, Christchurch terá de arcar com o conserto da infraestrutura, cifra que pode chegar a US$ 1,44 bilhão.

        O prefeito da cidade, Bob Parker, pediu calma à população após mais uma série de abalos (confira no mapa ao lado a localização do epicentro do tremor).

        A população local foi orientada a escutar programas de rádio para receber as últimas informações sobre a situação da cidade.

        A Defesa Civil alertou para a possibilidade de novos abalos secundários nos próximos dias.

Leia Também