Quinta, 23 de Novembro de 2017

Nova pesquisa sobre o impacto da TPM na vida das mulheres

11 MAR 2008Por 23h:30
     

        Resultados preliminares de uma pesquisa realizada com 860 brasileiras mostram que 80% das mulheres têm ou já tiveram TPM. A síndrome afeta as relações amorosas e familiares, o desempenho no trabalho e as atividades de casa.

         

        De acordo com um estudo inédito realizado por pesquisadores da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e do Cemicamp (Centro de Pesquisa em Saúde Reprodutiva de Campinas), grande parte das entrevistadas que afirmou sofrer de TPM disseram que sentem nervosismo e ansiedade (85,4%), alterações de humor e choro fácil (81,9%) e irritabilidade (77,3%).

         

        Quanto às manifestações físicas, 77,6% reclamaram de dores e inchaço, 70,7% de cólica e 65,8% de dores de cabeça.
        Para o ginecologista Carlos Alberto Petta, coordenador da pesquisa, o predomínio de ambos os sintomas (físicos e emocionais) observado no estudo revela que as queixas à TPM podem ser maiores no Brasil do que em outros países.
        

Leia Também