Sábado, 18 de Novembro de 2017

No jogo com São Paulo, Botafogo preocupa-se com arbitragem

22 NOV 2009Por 08h:30
     Rio
        Quando Botafogo e São Paulo entrarem no gramado do Engenhão, hoje, às 16h, os olhos do futebol brasileiro estarão voltados para o embate. Enquanto o time alvinegro carioca luta contra o rebaixamento - soma 41 pontos -, o clube tricolor paulista quer vencer, manter a liderança e colocar pressão no Flamengo, que joga às 18h30min, no Maracanã, contra o Goiás.
        Diante da pressão dos bastidores vinda dos paulistas durante a semana e da importância do confronto para inúmeras equipes, o temor em General Severiano gira em torno da arbitragem, a cargo do brasiliense Sandro Meira Ricci. "Não é um jogo que envolve duas equipes. Sete ou oito times estão interessados nessa partida, pelo rebaixamento ou pelo título. É um jogo que vale muito. Esperamos que o árbitro esteja preparado psicológica e tecnicamente", ponderou Lúcio Flávio.
        O técnico Estevam Soares também se mostrou desconfortável com as declarações são-paulinas e citou particularmente o técnico tricolor Ricardo Gomes, que criticou as suspensões de Borges, Dagoberto e Jean impostas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva.
        "Eu queria que o Ricardo Gomes estivesse no Botafogo para ele ver o que nós passamos em termos de arbitragem. Da minha estada para cá, nesses três meses, poderíamos ter no mínimo sete ou oito pontos", reclamou Estevam, que espera uma arbitragem isenta, que não se deixe levar pela dimensão da partida e tenha personalidade. "Eu acredito muito no ser humano. E o árbitro é uma pessoa normal. Não acredito em intenção premeditada de prejudicar ninguém, só não pode se deixar levar pelas pressões", disse o treinador alvinegro.
        Ciente de que a tabela botafoguense é das mais difíceis - em seguida enfrenta o Atlético Paranaense, em Curitiba, confronto direto contra o descenso, e o Palmeiras, em casa -, Estevam pede concentração total apenas no adversário de logo mais. "Nosso foco é domingo, 17 horas. Nada depois disso", discursou.
        Após passar toda a semana com dores na coxa e pouco ter treinado, o atacante Reinaldo está liberado para encarar o ex-time. "Estou recuperado e bem preparado", garantiu.
        Apesar do mistério de Estevam durante a semana, a equipe deve ser a mesma que perdeu para o Barueri. A única dúvida do técnico está entre Leo Silva e Renato no meio de campo. A primeira mais defensiva; a segunda, mais ousada.
        
        

Leia Também