Sexta, 24 de Novembro de 2017

Néstor Kirchner passa bem após angioplastia

12 SET 2010Por 09h:30
     

                                O ex-presidente da Argentina, Néstor Kirchner, (2003-2007), passa bem após ter sido hospitalizado na noite de sábado para a realização de uma angioplastia, de acordo com as principais emissoras de televisão do país.

                                

                                

                                O procedimento é uma técnica para desobstruir de artérias e facilitar a passagem do sangue.

                                

                                Atualmente deputado e secretário geral da Unasul (União Sul-americana de Nações), Néstor Kirchner é marido da presidente Cristina Kirchner e considerado uma das pessoas mais influentes do atual governo.

                                

                                O ex-presidente foi internado na Clínica Los Arcos, do bairro de Palermo, de Buenos Aires, onde passou a madrugada. A atual líder esteve a seu lado, de acordo com a emissora de televisão C5N.

                                 

                                

                                Fevereiro

                                

                                Até as primeiras horas deste domingo nenhum integrante do governo ou assessor direto do ex-presidente tinha comentado a situação.

                                

                                Kirchner teria sentido dores no peito e teria sido hospitalizado por volta das nove da noite.

                                

                                Em fevereiro passado, ele havia sido internado no mesmo hospital, se submetendo a desobstrução da artéria carótida direita, ficando uma semana internado.

                                

                                Na madrugada deste domingo, políticos e assessores da Presidência entraram na clínica, O deputado Juan Cabandié, da base governista, deixou o local dizendo que "está tudo bem e perfeito".

                                

                                Segundo ele, Néstor Kirchner já estaria até conversando com familiares. O secretário geral da Presidência, Oscar Parrilli, também chegou à clínica, mas sem fazer declarações.

                                 

                                (Com informações do Estadão e BBC Brasil)

Leia Também