Sexta, 24 de Novembro de 2017

Nestlé cresce na baixa renda com venda de porta em porta no país

26 MAR 2009Por 22h:30
     

        A Nestlé, líder mundial do setor alimentício, tem ampliado seu foco no mercado de produtos voltados para as classes C, D e E brasileiras. Dos cerca de R$ 13 bilhões faturados pela empresa em 2008, mais de R$ 1 bilhão vieram dos negócios voltados aos consumidores de baixa renda.

        Na comparação com 2007, isso significou um aumento de 15% neste segmento. "Nossa meta era crescer o dobro do Produto Interno Bruto do país (PIB), mas observamos que, com este público, conseguimos mais que duplicar esta meta", afirma Ivan Zurita, presidente da companhia.

        Uma estratégia da empresa suíça para abocanhar os mercados C,D e E é a venda de produtos na porta do cliente. São colocadas revendedoras munidas de um carrinho nas regiões periféricas das cidades, que batem de porta em porta, oferecendo kits Nestlé. Fonte: G1

Leia Também