Sexta, 24 de Novembro de 2017

Nas duas últimas semanas, casos de diarreia aumentaram

31 AGO 2010Por 03h:34
Nas duas últimas semanas Mato Grosso do Sul registrou aumento de 30% no número de casos de diarreia em decorrência do tempo seco do inverno e acúmulo de poeira, que potencializam os riscos de doenças respiratórias e incidências de viroses, conforme a Secretaria Estadual de Saúde, que não divulgou a quantidade de casos registrados no Estado.
O Departamento de Gerência de Doenças de Transmissão Alimentar do órgão fez alguns alertas quanto aos cuidados que a população deve tomar com relação às medidas de higienização e hidratação para minimizar os efeitos do tempo seco e baixa umidade do ar, que prejudicam principalmente crianças e idosos.
Em caso de diarreia, a pessoa deve ingerir um copo de soro caseiro ou de hidratação, pelo menos a cada hora e procurar atendimento médico.
Tempo Seco
Para amenizar a dificuldade de respirar durante o período de seca, a pneumologista Ângela Maria Dias de Queiroz recomenda beber muito líquido, ingerir alimentação saudável, fazer limpeza oral com uso de soro fisiológico, além de deixar o ambiente domiciliar livre de ácaros e umedecido com bacias de água.
Evitar exposição ao ar livre das 10h às 16h também faz parte das dicas da especialista. De acordo com Ângela Maria, o ideal é que uma pessoa com menos de 50 quilos beba dois litros de água por dia, enquanto a que pesa entre 50 e 70 quilos deve ingerir três litros. “A urina pode ser um parâmetro de hidratação. A cor clara é sinal de que o corpo está hidratado e quando a urina está muito concentrada é preciso ingerir mais líquido”, explicou.
Para as pessoas que sofrem com problemas respiratórios, os hipertensos, cardiopatas, diabéticos e fumantes, a recomendação é para que intensifiquem o controle da sua doença com uso de medicamento e também tomem os cuidados básicos com a hidratação porque esta época é propícia para as doenças oportunistas, como crise de bronquite, infecção e, sobretudo, pneumonia. (VS)

Leia Também