Sábado, 18 de Novembro de 2017

Mutirão carcerário liberta 1.960 no Paraná

3 JUL 2010Por 11h:00
     

                          Ao todo 1.960 pessoas foram libertadas como resultado do mutirão carcerário realizado no Paraná. Coordenado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), o mutirão revisou mais de 20 mil processos de presos provisórios e condenados que cumprem pena no Estado, no intuito de garantir o cumprimento da Lei de Execuções Penais.

                          Os resultados do trabalho foram apresentados nesta sexta-feira (02), em cerimônia realizada no Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), em Curitiba. A solenidade contou com a participação do diretor do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário (DMF) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), juiz Luciano Losekann, e da conselheira Morgana Richa

Leia Também